O NOVO HERÓI DA SANTA IGREJA: CARLO ACUTIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Compartilhe este artigo!

Prof. Rodrigo Antonio Chaves da Silva

Congregado Mariano

O chamado de Deus não tem idade. Alguns se convertem cedo, e entram cedo no céu. Outros se convertem depois de certa idade (como Santo Agostinho). Mas não há hora para a salvação e nem para o céu. Deus nos chama a todo o tempo e a toda hora.

No antigo jornal cristão do Brasil, estava claro na capa, que os santos são aqueles que se entregaram a Deus prontamente, e num momento podemos ganhar o céu, bastar-nos-ia arrepender de nossos pecados e pedir a Deus a graça, fazermos um simples ato de contrição já nos permite a vitória, e sem dúvida ele que é o SER ETERNO, estará sempre apto a nos dar o perdão.

A graça de Deus não para e não cessa: “Sede santos, como eu sou santo” assim diz o Senhor.

Hoje o exemplo de vocação, de santidade, e de heroísmo se deve a CARLO ACUTIS.

Nascido na Inglaterra em 1991, desde cedo demonstrou ser um católico exemplar, participando da missa todos os dias.

A dádiva do aconselhamento para a comunhão cotidiana, veio de ninguém mais que São Pio X, e o jovem Carlo sabia admitir isso e praticar no seu dia-a-dia.

Seus pais não iam tanto à Igreja, mas passaram a ir com bastante frequência após verem o exemplo de seu filho.

O melhor amigo de Carlo que era um indiano se converteu prontamente.

Sua alegria em falar o nome de Jesus era muito forte, de tal forma que todos ficavam satisfeitos e emocionados em ouvir as suas palavras.

Era um jovem, no entanto, que tinha amigos mas gostava do silêncio, dizia que o maior amigo dele era Jesus. Hoje há uma busca incessante do mundo. De pessoas, e de amizades. Todavia, muitas dessas não tem o caráter de sinceridade. São amizades para a droga, para o sexo, para a confusão, e para as coisas que não prestam.

Pois bem, Carlo ainda jovem aos 12 anos, passou a visitar todos os santuários importantes de Itália, e a fazer excursões particulares, para ganhar as indulgências plenárias.

Junto a isso o seu entusiasmo e profetismo.

A comunhão, segundo dizia, seria a sua porta para o céu, e assim foi feito, porque a comunhão diária traz frutos esplendorosos, e lhe trouxe muitos benefícios.

Hoje sem essa possibilidade, por causa da crise do Corona Vírus, não temos o fervor necessário para bem cumprirmos a santidade, ao menos fisicamente, quanto mais comungamos melhor para a nossa alma.

Carlo fazia evangelização por meio da internet, criando um site de catequese, ensinando as pessoas a rezarem e mostrando quem é Jesus.

Dois meses antes, profetizou a sua morte, dizendo que estava destinado a sofrer e morrer.

Foi diagnosticado sobre a pior das leucemias, a M3, a chamada “leucemia fulminante”, que já sabia que era a porta para entrar na eternidade.

Não se queixou no período da doença que foi apenas de uma semana, dizia que seu sofrimento seria para a Igreja, para o papa, e para a conversão dos pecadores. Para ir também direto para o céu.

Ao mesmo tempo que sofria, não se queixava, dizia que Jesus sofreu mais e que poderia ser pior.

Pede a unção dos enfermos, e entrega a sua alma a Deus em 12 de Outubro, dia das crianças e de Nossa Senhora Aparecida.

Tinha apenas 15 anos.

No dia do seu velamento, estava cheio o funeral, porque ele ajudava diversos moradores de rua, e nem seus pais sabiam, portanto, não cabia a Igreja de tanta gente, fora velado em sua paróquia.

Falece ele em 2006, e anos depois que o desenterraram, partes do seu corpo estavam incorruptas.

O bispo da sua paróquia pediu que fizesse algumas camadas de silicone do seu corpo, seu rosto e mãos, para preservar a sua imagem, porém, partes do seu corpo estavam incorruptas, ou seja, mostravam que era santo e que é verdadeira a ressurreição da carne. Todo aquele que aproxima de Jesus tem o seu corpo mais santo e próximo do glorioso.

O milagre que o fez ser beatificado, veio do Brasil, um menino de doença congênita, com o pâncreas ligado ao duodeno, foi curado instantaneamente pela intercessão do futuro santo.

Será, o futuro santo, padroeiro da internet, do instagram, e de todas as redes sociais, num momento único em que a pornografia, e os pecados da carne se alimentam mais com estes meios, por meio de gente perversa e mesquinha que ganha usando o ser humano como objeto sexual, estes que muitas vezes fazem pactos com o demônio e pertencem a satanás. Outros são homens apenas maus. Quem produz a maioria de alguns vídeos não tem vida cristã, é pagã para a satânica, lamentavelmente. Rezemos por eles para a sua conversão!

Beato e futuro santo Carlo Acutis rogai por nós! E nos proteja do mal que pode estar nos rodando pelos próprios meios de comunicação! Nos conceda uma vida santa e pura usando toda a tecnologia! Amém! Paz e Bem!